Como dar entrada na aposentadoria por tempo de contribuição?

carta de concessaoDiversos trabalhadores ficam contando quantos anos ainda faltam para poderem pedir suas aposentadorias e, na hora de solicitá-lo, não sabem qual é o procedimento correto.

Primeiro, é preciso compreender o que é a aposentadoria por tempo de contribuição e quais os documentos serão pedidos pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

Quando se fala em “tempo de contribuição”, fala-se em pagamento de carnê voluntariamente e em recolhimento feito pelos empregadores (só acontece quando há registro em carteira).

É obrigatório que todos tenham 180 meses de contribuição, o que significa 15 anos: é possível que o cidadão tenha realmente trabalhado registrado por esse tempo, que tenha apenas contribuído por meio de carnê ou que tenha feito os dois. Esses 180 meses são a famosa “carência do INSS”.

Regra 85/95 para aposentadoria

Um sistema comum para os trabalhadores que querem pedir aposentadoria, apesar de ser mudado com a reforma previdenciária a partir de 1° de janeiro de 2019.

Nesse tipo de contagem, junta-se o tempo de contribuição e a idade: para as mulheres, o resultado deve ser 85 ou mais; para os homens, 95 ou mais. Do primeiro dia de 2019 até o primeiro dia de 2021, a nova contagem será 86/96.

Como pedir a aposentadoria por tempo de contribuição

O cidadão que tem os 15 anos de contribuição ou que consegue alcançar 85/95 somando-o à idade pode acessar https://meu.inss.gov.br/central/index.html#/ para requisitar o benefício.

Criando um login, a pessoa também conseguirá acompanhar se a sua requisição já foi avaliada, bem como outras informações. Também se pode pedir a aposentadoria por tempo de contribuição usando a central do INSS: 135.

Com a requisição feita pelo Meu INSS ou pelo telefone, será determinado um dia para que a pessoa leve os documentos pessoalmente ao instituto de seguridade.

Será necessário CPF, carteiras de trabalho, reservista, RG, PIS/PASEP/NIT e, se houver, os carnês de contribuição.

O INSS avaliará os registros e, se a aposentadoria for concedida, a pessoa recebe em casa a carta de concessao. Ela trará especificados os possíveis adicionais que o aposentado receberá, o valor bruto do benefício, o banco no qual será sacado e o dia do mês.

No caso de a aposentadoria por tempo de contribuição ser negada, o cidadão deverá ir ao INSS de novo e solicitar a razão.

Diversos trabalhadores têm dificuldades para se aposentar por tempo de contribuição porque alguma das empresas deixou de registrar tudo devidamente.

Contudo, o cidadão pode comprovar que tem o tempo de serviço devido buscando o Ministério do Trabalho, que vai emitir uma certidão.

Esse recurso serve também quando a carteira de trabalho está danificada ou quando alguma das carteiras foi perdida, impedindo que o funcionário do INSS confirme o tempo de contribuição.

Dados de contato

Quem acessar o Meu INSS verá que a última aba é de dados de contato e é imprescindível que todos estejam atualizados para o caso de o instituto de seguridade precisar fazer algum comunicado, até de mudança de data do benefício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *